Archive

Posts Tagged ‘drosófila’

Fazer dieta pra quê?

dietaNeste clima de começo de ano, e o peso na consciência por ter comido demais nas festas de fim de ano tenho certeza que a resolução de muita gente inclui fazer dieta. Pois se está difícil de começar, aqui vai mais um incentivo pra você: cientistas comprovaram que quando um organismo entra em dieta, existe maior queima de gorduras o que causa aumento da longevidade, fazendo o organismo viver mais!

Quando vamos envelhecendo, os genes responsáveis por controlar o ciclo circadiano vão diminuindo a sua expressão, como consequência, começamos a ter imbalanço entre a quantidade de horas que passamos dormindo ou acordado, e as horas em atividade ou repouso. Além disso, começam a surgir problemas hormonais, alterações na temperatura do corpo, entre outras complicações. Se houvesse alguma maneira de atenuar esses sintomas, talvez pudéssemos retardar o envelhecimento.

A pesquisa foi feita por cientistas da Califórnia nos Estados Unidos que estudaram este fenômeno na famosa mosca-da-fruta, a drosófila. Os cientistas fizeram as mosquinhas entrarem em dieta por 10 dias, e depois estudaram os efeitos benéficos “do regime”. Se vocês acham que 10 dias é pouco, pois saibam que essas moscas vivem de 40 a 60 dias em média. Dez dias então é equivalmente a estar de dieta por, pelo menos, 13 anos em um ser humano que viverá 85 anos. Os pesquisadores descobriram que quando as moscas ficam em dieta, muitos genes que controlam o ciclo circadiano aumentam seu nível de expressão em vários órgãos, promovendo uma queima mais eficiente de gordura. Interessantemente, essa queima de gordura devido à dieta, é responsável por aumentar a longevidade das mesmas. Moscas em dieta viveram até 80 dias, o que significa que a longevidade delas aumentou em até 20 dias (extrapolando para os seres humanos, isso seria equivalente a viver mais 30 anos para um ser humano que viverá 85 anos!).

Os números são apenas uma extrapolação, pois a pesquisa foi feita em mosquinhas. É importante lembrar que pesquisas similares ainda não foram feitas em seres humanos, e ainda não temos como ter 100% de certeza de que os mesmos efeitos seriam encontrados em humanos. Porém, caro leitor, esses organismos são usados hoje em pesquisa científica para entender muitos mecanismos básicos de vários organismos. Muitas pesquisas já foram feitas e não existe mais dúvida sobre os benefícios da dieta. As mosquinhas nos ajudam a compreender quais os mecanismos moleculares envolvidos neste processo, uma vez que estudar seres humanos por uma vida toda não seria viável muito menos ético.

Por fim, o Mistérios gostaria de fazer alguns questionamentos. Será então que por aumentar o nível de expressão de certos genes, as moscas tem o ciclo circadiano mais controlado? Será então que pessoas que sofrem de insônia ou de qualquer outro distúrbio que “bagunce” o ciclo circadiano, por exemplo, podem entrar em dieta e isso ajudará a regular a expressão dos genes e consequentemente o ciclo circadiano? Além disso, o que significa estar de dieta para o ser humano? a mosquinha aumentou a longevidade apenas por não comer levedura (ou fermento; sim! elas adoram comer leveduras!) e o ser humano? para ter todos esses efeitos benéficos, qual seria o cardápio de referência? Quanto tempo mais viveria o ser humano que entra em dieta?

Bem, se formos viver mais ou não, a dieta é boa pra inúmeras outras coisas como reduzir colesterol, controle hormonal, reduzir o açúcar no sangue, reduzir triglicérides, previnir diabetes, melhorar a autoestima, controle das funções do intestino, redução de toxinas no organismo, melhorar o funcionamento do cérebro, reduz risco de doenças cardíacas, entre outros benefícios. Bora começar a resolução de 2016 então?

 

Fonte:

Katewa SD e colaboradores. Peripheral Circadian Clocks Mediate Dietary Restriction-Dependent Changes in Lifespan and Fat Metabolism in Drosophila. Cell metabolism, 2016.

 

Se gostou do que leu, compartilhe 😉

Dormir pra quê?

sleep memoryPois é pessoal, os benefícios de uma boa noite de sono já são bem conhecidos e ninguém duvida mais disso. Uma boa “dormida” é importante para previnir o jetlag social, para limpar o cérebro de impurezas, e até mesmo para prevenir câncer. Todos sabem também que dormir é importante para retenção de memórias das coisas que aprendemos no dia a dia, como as matérias da escola, as outras línguas que estudamos, notas musicais dos instrumentos que tocamos, uma dança, e assim por diante. Mas como essa “retenção de memória” acontece ainda não está muito claro para a ciência.

drosophila-fly-head-electron-microscope-splPesquisadores nos Estados Unidos publicaram um artigo científico recentemente o qual utiliza a linda mosquinha da banana (Drosophila melanogaster) para entender como o cérebro retém as memórias depois uma boa noite de sono. Sim caro leitor, aquela mosquinha que fica encima da sua banana quando ela está madura tem cérebro, que por sinal tem muita coisa semelhante ao nosso cérebro, e sim, ela pode aprender e se lembrar das coisas também!

Os cientistas identificaram um grupo de neurônios dopaminérgicos (que liberam dopamina) que inervam a região do cérebro responsável pela memória das moscas. Esse grupo de neurônios, quando está ativado libera sinais no centro da memória e promove o esquecimento. Após identificarem esse mecanismo, os pesquisadores foram então investigar como o sono influenciava esses “neurônios do esquecimento”.

Foi então que eles descobriram! Quanto mais as moscas ficavam acordadas, mais ativos ficavam os neurônios do esquecimento, fazendo com que elas esquecessem o que tinham aprendido. O contrário também é verdadeiro, quanto mais as moscas dormiam, menor era a atividade dos neurônios do esquecimento, ou seja, menos elas esqueciam o que aprendiam.

Assim sendo, caro leitor, na mosca de fruta dormir é importante para não esquecer.

Vale lembrar, que em mamíferos há evidências que o sono promove a consolidação de memórias já existentes, e este evento também pode estar acontecendo nas moscas, mas ainda não foi testado. Já que os cérebros das mosquinhas são tão semlhantes ao cérebro dos mamíferos, será que nós seres humanos também perdemos a capacidade de esquecer quando dormimos? Se o sono promove consolidação de memórias, ou previne o esquecimento, pelo sim pelo não, melhor dormir, certo?

Mas o Mistérios ficou intrigado com uma última questão. Por que será que a evolução selecionou seres vivos com a capacidade de esquecer? Por que será que esquecer é bom? Por que não nascemos com a capacidade de se lembrar de tudo? Vixe tudo isso ainda pode ser assunto de um próximo post…

Ai.. me dá até um sono… acho que vou ali reduzir meu esquecimento, digo digo, vou dormir um pouco … ZzZzZzzzZZzzzzz….

 

Se gostou do que leu, compartilhe 😉

 

Vi aqui:
Berry et al., Sleep Facilitates Memory by Blocking Dopamine Neuron-Mediated Forgetting. Cell, 2015